Ads 468x60px

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Vividense sofre graves queimaduras ao tentar acender fogo para assar costelão

Com informações e fotos do repórter Tiago Silva, da RICTV Curitiba

O que deveria ser uma confraternização familiar se transformou em um trágico episódio, que deixou três jovens queimados, na manhã desta sexta-feira (21), no Bairro Alto, em Curitiba.

As vítimas, que aguardavam parentes para assar uma costela no fogo de chão, um deles, o vividense Ricardo Mior Jr, 39 anos, conhecido entre amigos por Juninho Mior, que mora na capital, foram atingidas por uma explosão ao tentar acender o fogo para o churrasco.

Segundo vizinhos que presenciaram o acidente, os jovens correram para fora da residência com os corpos em chamas. Em desespero, eles se jogaram no chão na tentativa de apagar o fogo.
O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados e socorreram as vítimas. Durante o atendimento, os jovens se queixavam de muita dor. De acordo com uma socorrista, eles sofreram queimaduras nas mãos e nos braços. Um deles, em estado mais grave, também teve o rosto atingido pelas chamas.

Segundo os bombeiros, apesar das queimaduras, não houve comprometimento das vias aéreas das vítimas, que foram encaminhadas ao Hospital Evangélico.  

Familiares relataram que Juninho teve queimaduras em 35% do Corpo, e segue internado no Hospital Evangélico em Curitiba.

0 comentários:

Postar um comentário


 
© VEJA CORONEL - O Site Da Nossa Terra - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Rede Tech Informática.